ufsc 10mai16

Nesta quarta-feira, 10, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Planejamento, e a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) firmaram parceria para trabalharem juntos na redução das desigualdades regionais. Participaram do ato de assinatura do termo de cooperação técnica, em Florianópolis, o secretário de Estado do Planejamento Murilo Flores e o reitor da UFSC Luiz Carlos Cancellier.

“A parceria da UFSC, além da Udesc e do Sistema Acafe, é de extrema importância para o Crescendo Juntos – Programa de Desenvolvimento e Redução das Desigualdades Regionais de Santa Catarina, pois essas instituições atuam na qualificação técnica das pessoas do setor público e da sociedade civil”, destacou o secretário de Estado do Planejamento Murilo Flores.

A UFSC tem um representante no Núcleo Executivo Regional de Curitibanos, grupo de trabalho que vai indicar intenções de projetos para a Agenda de Desenvolvimento Regional. Os outros integrantes do núcleo são: Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Curitibanos, Universidade do Contestado (UNC), EPAGRI, Consórcio Intermunicipal do Contestado (COINCO), Associação de Municípios, Rede de Grêmios Estudantis, Conselho de Desenvolvimento Regional, Sindicato da Indústria Florestal de Curitibanos (SIFC), Defesa Civil, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Associação Comercial e Industrial de Curitibanos (ACIC)

Sobre o Crescendo Juntos

Após o estudo de diversos indicadores de desenvolvimento, a equipe técnica da Secretaria de Estado do Planejamento elaborou o mapa de elegibilidade que define as regiões de Santa Catarina em mais desenvolvidas, em transição e menos desenvolvidas. Essa classificação é resultado da associação de duas variáveis-chave capazes de medir o desenvolvimento socioeconômico de uma região ou do Estado: renda domiciliar per capita média da população residente na região e Produto Interno Bruto per capita. Além disso, foram considerados dois indicadores complementares: evasão da população e a dinâmica do emprego formal.

O programa identificou 12 regiões com baixos índices de desenvolvimento em Santa Catarina: Caçador, Campos Novos, Canoinhas, Curitibanos, Dionísio Cerqueira, Ituporanga, Lages, Laguna, Quilombo, São Joaquim, São Lourenço do Oeste e Taió. Em cada região será elaborada uma agenda de desenvolvimento com propostas concretas para dinamizar a economia local, respeitando as vocações dos territórios, com a participação de órgãos governamentais e da sociedade civil organizada.

Os parceiros do Crescendo Juntos são Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina S.A. (BADESC), Federação Catarinense de Municípios (FECAM), Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (FACISC), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (FAESC), Federação dos Trabalhadores na agricultura do Estado de Santa Catarina (FETAESC), Banco do Brasil, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) e Sistema ACAFE (Associação Catarinense das Fundações Educacionais).

Informações adicionais para imprensa:
Rosália Dors Pessato
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado do Planejamento
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Telefone: (48) 3665-3319/99186-9740